anuariolukacs2015Organizadores: Miguel Vedda, Gilmaisa Costa, Norma Alcântara
ISBN: 978-85-65999-26-7.
1a edição: Instituto Lukács, 2015
Páginas: 256
R$ 5,50 + Frete

Orelha: O Instituto Lukács lança em 2015 o segundo número do Anuário Lukács. Em estreita relação com suas proposições de divulgar o pensamentor evolucionário em favor da emancipação humana para além da sociabilidade atual, privilegia conteúdos fundamentais ao conhecimento da essência humana. Oferece ao leitor um conjunto de textos valiosos de autores nacionais e internacionais, inclusive uma entrevista com István Mészáros. Contém basicamente o tema da Estética, seguido de outros referentes ao acervo categorial da Ontologia lukacsiana. A longa tradição da Estética em filósofos clássicos ofereceu a György Lukács um amplo espaço de reflexão acerca dos seus fundamentos e de sua função no desenvolvimento do ser social. À Estética o autor dedicou anos de sua vida, articulando tal estudo, em sua maturidade, a uma ontologia materialista. Dessa articulação derivam temas como a Arte, o Trabalho, a Ideologia e aIndividualidade, que emergem dos textos contidos no Anuário, por vezes articulados ao contexto da produção e da vida de Lukács, conferindo mais substância ao conteúdo em análise. Mediante sua diversidade de visões, esta edição do Anuário possibilita o debate qualificado sobre o pensamento de Lukács, abrindo espaço à divulgação e à crítica a categorias fundamentais do ser social, bem como à análise de problemas contemporâneos nos termos da tradição marxiana.

Sumário:

PREFÁCIO
Estética orientada hacia el mundo como crítica de las formas de vida cosificadas: la estética tardía de györgy lukács y su prehistoria
Rüdiger Dannemann
El para sí específico del arte y sus funciones
Guido Oldrini
Lukács y una lectura del carácter desfetichizador del arte
(acerca de el engaño de las cartas, de gotfried keller)
Martín Salinas
De marx a Goethe. Elementos sistemáticos para la gran estética
Werner Jung
El papel de la mímesis en la estética de Lukács
Hans Heinz Holz

Marx e o problema da decadência ideológica
György Lukács
O problema da individualidade no pensamento tardio de Lukács
Ester Vaisman
Trabajo e ideología en la obra de Lukács: categorías ontológicas del ser social
Sergio Daniel Gianna

Notas sobre influências teóricas, marxismo e ontologia de György Lukács
Ricardo Lara
Capitalismo e patriarcalismo: trabalho doméstico não remunerado
Belmira Magalhães e Geice Silva
Entrevista com István Mészáros – UFMG (2013)

Annunci